Uma das maiores surpresas da fase de grupos da 3ª temporada da Free Fire Pro League foi a equipe da LOUD, formada por ShariiN, Bradoock, ViniZx e Will.

O esquadrão terminou a fase regular na 2ª colocação do Grupo B com 2905 pontos, sendo 1380 de eliminações e 1525 garantidos através das colocações conquistadas nas quedas.

Em entrevista ao site da FFPL, ShariiN avaliou positivamente a campanha da LOUD ao longo da fase inicial da competição e se mostrou confiante para o presencial. O jogador também falou sobre a preparação da equipe para a grande final, comentou o seu papel de destaque e suas expectativas quanto a presença da “onda verde” no Rio de Janeiro.

ShariiN, um dos destaques da equipe de Free Fire da LOUD (Foto: LOUD)

Confira, na íntegra, a entrevista completa:

Como você avalia a campanha da LOUD na fase regular da Pro League?

– Acredito que fomos muito bem. Somos um time novo comparado às demais equipes da competição, mas temos muita dedicação e mostramos que estamos entrosados e preparados.

Quais erros que vocês cometeram na fase de grupos que precisam ser corrigidos para a final?

– Cometemos alguns erros durante a fase online, mas todos eles foram analisados e trabalhados. Temos alguns pontos para melhorar na comunicação coletiva e nos rushs, e iremos aproveitar esse tempo para corrigir tudo isso.

Embora a equipe jogue bastante unida, você foi um dos principais destaques na fase de grupos. Existe algum peso em cima desse papel de destaque?

– Estou bastante preparado mentalmente, conheço o cenário e sei da torcida gigantesca que nos aguarda, e isso, ao invés de gerar algum peso, me deixa ainda mais confiante e determinado para alcançar nossas metas.

Como está a preparação para a grande final?

– Nossa preparação para a final se iniciou assim que começamos a jogar juntos, todos estamos jogando no [Samsung] Note 9, aparelho oficial do torneio, e estamos simulando o ambiente dos jogos.

E as suas expectativas para a grande final, como estão?

– Minhas expectativas são muito boas e toda a nossa dedicação entregue nos treinos vem mostrando resultados desde que começamos a treinar juntos. Como agora só nos resta a etapa presencial, poderemos focar mais na preparação para jogar em público e para lidar com outras diversas situações dentro de jogo.

Quais equipes vocês acreditam que podem dar mais trabalho a vocês na final?

– Essa final, sem dúvida alguma, será a mais disputada. Todos os times são muito fortes e ao meu ver os principais fatores que irão gerar diferença entre eles serão os aparelhos utilizados na competição e a pressão da etapa presencial, tirando isso, o nível de jogo de todos os times é fora do comum.

Sempre que a LOUD “entra em campo”, a torcida cola em peso nas redes sociais. Você acredita que a presença dos torcedores no presencial será tão grande quanto?

– A torcida da LOUD no Free Fire é a maior, não tenho dúvidas. Sou do cenário competitivo há muito tempo e nunca vi algo igual. No presencial, minha expectativa com relação aos torcedores é a mesma, porém, no lugar de todos os comentários e corações verdes, teremos gritos de comemoração e muita união.


Fique ligado no nosso site e nas redes sociais do Free Fire – Brasil (TwitterFacebook e Instagram) para ficar por dentro de tudo sobre a final da 3ª temporada da Pro League. Lembrando que a final acontecerá no dia 9 de novembro e será transmitida ao vivo nos canais oficias no YouTube e também no Facebook.