Foram definidos nesta sexta-feira (11) os doze times que disputarão a grande final da Free Fire League LAS.

Vision System Esports, Naguará Team, Zwan Gaming, Coliseo Dragons Red, Furious Gaming, Wild Esports, Samurai Team, Urban Esports, Malvinas Gaming, Savage Esports, RPC e Hawks são os times que estarão disputando o título presencialmente no palco da Argentina Game Show no domingo, dia 20 de outubro.

Coliseo Dragons Black, ACE1 Chile, Olimpo Squad e Ryodan não atingiram a pontuação necessária e perderam a chance de brigar pela vaga de representante da região no Free Fire World Series 2019, campeonato mundial que acontecerá no dia 16 de novembro, no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro.

ACE1 Chile, Coliseo Dragons Red, Coliseo Dragons Black, Furious Gaming, Hawks, Naguará Team, Olimpo Squad, RPC, Savage Esports, Vision System Esport, Urban Esports e Wild Esports foram as equipes que saltaram na última rodada.

Malvinas Gaming, Ryodan, Samurai Team e Zwan Gaming completaram seis rodadas na última quinta-feira (10) e por isso não pularam.

Leia também: Free Fire League: entenda como funciona a competição

Resumo da rodada

Bermuda, primeiro mapa da série, foi conquistado pelo Naguará Team (Yoel, JS, Bran e Capi), que sobreviveu até o final e terminou a partida com 460 pontos e oito abates. O segundo lugar ficou com a Coliseo Dragons Red, que conquistou 420 pontos mas abateu onze adversários ao todo. RPC e ACE1 Chile ficaram nas duas últimas colocações.

Dando continuidade ao confronto, quem levou a melhor em Purgatório foi a Savage Esports (Lihuen, Gaston, Kche e Marx), que capitalizou oito abates e fechou a partida com 460 pontos. O segundo lugar foi cravado pela Wild Esports, que terminou a partida com 400 pontos e dez abates na conta. Olimpo Squad e Urban Esports terminaram nas duas últimas posições.

De volta em Bermuda, foi a vez da Coliseo Dragons Red (AyrtonWD, Prody, Beta e Nzek) garantir a sobrevivência na série. O time peruano terminou a partida com 480 pontos e nove abates, enquanto a segunda colocada, Vision System, fez 460 pontos e eliminou 13 jogadores ao longo da terceira queda da noite. Urban e Hakws foram as primeiras eliminadas da partida.

Fechando os mapas pré-definidos, as equipes voltaram a saltar em Purgatório e quem gritou BOYAAH foi mais uma vez o Naguará Team, que substituiu o Bran pelo Focus e terminou a partida com 460 pontos e oito abates. O segundo lugar ficou com a RPC, que fez 340 pontos e eliminou um adversário a menos. Sem capitalizar abates, Olimpo Squad e Coliseo Dragons Black fecharam a queda nas últimas colocações.

Bermuda à noite, mapa escolhido pela comunidade com 43% dos votos, marcou o terceiro BOYAAH dos argentinos do Naguará Team, que mantiveram a mesma escalação da partida passada e garantiram a sobrevivência, fechando a partida com 440 pontos e sete abates. O segundo lugar ficou com a Savage, que marcou 340 pontos e conquistou o mesmo número de abates da primeira colocada. Wild Esports e ACE1 Chile foram eliminadas logo cedo e ocuparam as últimas posições.

Repetindo o feito da rodada passada, o peruano Jean, da Wild Esports, foi o vencedor do confronto solo e garantiu o ponto de liga extra para a sua equipe. O melhor jogador da rodada foi o argentino Capi, do Naguará Team, que terminou a série com 11 eliminações.

Classificação final da 8ª rodada

1º lugar – Naguará Team (1540 pts)
2º lugar – Vision System Esport (1415 pts)
3º lugar – Savage Esports (1330 pts)
4º lugar – Coliseo Dragons Red (1285 pts)
5º lugar – Wild Esports (840 pts)*
6º lugar – Furious Gaming (965 pts)
7º lugar – Hawks (755 pts)
8º lugar – RPC (530 pts)
9º lugar – ACE1 Chile (360 pts)
10º lugar – Coliseo Dragons Black (340 pts)
11º lugar – Urban Esports (265 pts)
12º lugar – Olimpo Squad (250 pts)

*Representante venceu o confronto solo

Tabela

Classificação da Free Fire League LAS após a 8ª rodada (Foto: Reprodução)