A terceira temporada da Free Fire Pro League (FFPL) começou no último final de semana e as equipes já estão correndo atrás dos resultados em busca da classificação para as finais que acontecerão em novembro, no Rio de Janeiro.

São ao todo 36 equipes na disputa pelas 12 vagas que estão disponíveis. As equipes são dividas em 3 grupos (A, B e C) que comportam 12 times cada.

Grupo A

paiN Gaming
Easy Gaming
1st Comando
A Cupula E-Sports
Fear
DreamTeam
Red Canids Kalunga
Insanity Team
Los Maniacos
Papo de Milhão
GR6 Xplode
RZnTc

Grupo B

INTZ
Bando de Loucos
God E-Sports
LOUD
Milicos
Warrior
Clover Only
Core
Tatic Falcons
Mascarados
T3rror E-sports

Grupo C

Black Dragons
B8
RyZe xCry
Cannibals
Lendários
Exilados e-Sports
Anti Guildas
KaBuM!
Os Crueis CLS
Los Grandes
Silent Killers
Easy Dead

Os quatro times mais bem colocados de cada grupo garantem, além da vaga na próxima temporada da FFPL, a classificação para as finais da competição, onde serão distribuídos R$35 mil reais em premiação, sendo R$14 mil para o grande vencedor.

As partidas da fase de grupos acontecem ao longo de 3 semanas, aos sábados e domingos, com transmissão ao vivo nos canais oficiais do Free Fire no Youtube e Facebook. As transmissões começam sempre às 18h (horário de Brasília).

Todas as equipes jogam todos os dias. Ao todo, são quatro quedas por final de semana, sendo duas no sábado (no mapa Bermuda) e as outras duas no domingo (no mapa Purgatório).

A pontuação segue o critério padrão dos torneios de Free Fire, sendo distribuída com base na quantidade de abates e na posição que determinada equipe terminou a queda. No caso da Pro League, cada abate vale 20 pontos, enquanto a pontuação pela colocação é dividida da seguinte forma:

1° lugar – 300 pontos
2° lugar – 200 pontos
3° lugar – 170 pontos
4° lugar – 135 pontos
5° lugar – 105 pontos
6° lugar – 80 pontos
7° lugar – 60 pontos
8° lugar – 45 pontos
9° lugar – 30 pontos
10° lugar – 20 pontos
11° lugar – 10 pontos
12° lugar – 0 pontos

Em caso de empate, os critérios de desempate são:

  • Pontos por abate (1° critério)
  • Pontos por colocação (2° critério)
  • Posição na última queda (3° critério)

Por último, porém não menos importante, é importe ficar atento ao que está escrito no livro de regras divulgado pela Garena. As equipes podem sofrer punições, perder pontos e até mesmo a chance de continuar na competição a depender do artigo infringido.

Agora que você já está por dentro de tudo de como funciona a competição, não deixe de acompanhar as quedas da Semana 2 neste final de semana, nos dias 5 e 6 de outubro. BOOYAH!