No último sábado (20) rolou, nos Estúdios Quanta, em São Paulo, a final da segunda edição da Free Fire Pro League Brasil. A competição que reuniu os 12 melhores times do país quebrou recordes de transmissão no YouTube e Facebook, somando 800 mil espectadores, superando em números a primeira edição do campeonato.  

O confronto envolvendo o recém nascido fenômeno de battle-royale mobile, consagrou como campeã a equipe New X que em partidas tranquilas soube administrar a liderança, somando um total de 2.470 pontos. Com esse resultado, além do time ter superado as favoritas ao título como Red Canids, Vivo Keyd e LOUD, levou o caneco pra casa e a bolada de R$14 mil. 

A novidade que agitou a torcida nos Estúdios Quanta foi a de que a próxima edição da Pro League, que garante vaga para o mundial, e a Free Fire World Series já tem lugar marcado para acontecer. Compre suas passagens e reserve seus ingressos, porque o Brasil foi o país escolhido para sediar ambos os eventos, mais especificamente a cidade do Rio de Janeiro, nos dias 9 e 16 de novembro dentro dos palcos da Rio Centro.

A última edição do Free Fire World Series, que aconteceu na Tailândia, em abril deste ano, pôde contar com dois representantes brasileiros, Tropa MC3 (atual Red Canids) e Vivo Keyd. 

Quem chegou com chances reais de título neste último mundial foi a Vivo Keyd. Acontece que, o time foi o quinto a ter sido eliminado e não conseguiu somar pontos suficientes para trazer o caneco. Mesmo assim seu user, Ariano “Kronos” Ferreira, levou pra casa o título de MVP (Most Valuable Player). 

Agora é preparar o coração para as disputas épicas que estão por vir. O que podemos esperar para o mundial? Muita torcida para que as melhores equipes de Free Fire possam representar o Brasil e fazer bonito no Free Fire World Series em solo nacional. O time campeão da fase final, além do título de melhor do mundo, coloca no bolso US$ 400 mil dólares, em contrapartida da premiação da edição passada de US$ 100 mil dólares.